Apatias Restauradas Sem Consciência

Posted: 17 de jan de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Ao mesmo tempo em que o vazio parece corroer toda coexistência,
Um Rei de ouros aparece jogado ao chão anunciando renovação.
Ao mesmo tempo em que é patético crer em casualidade e coincidência,
A referência de realidade afetiva é de pretensiosa devassidão.

Ao mesmo tempo em que buscam um amor como complemento,
Uma infinidade de coringas enlouquecidos declara verve paixão!
Ao mesmo tempo em que é esplendido repetir o comportamento,
É momento de lançar a areia da ampulheta ao mar contra comiseração.

Ao mesmo tempo em que a compaixão quer aprisionar o sentimento,
           A liberdade é o consentimento de quem realmente ama, e amor é sem rendição!

0 coments: