Ser Incógnito Ser

Posted: 2 de jan de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Sempre que olho no espelho vejo uma coisa diferente. E ao mesmo tempo em que procuro a coisa que era antes, procuro minha mente. Seria por demais pretencioso dizer que não sinto orgulho na visão refletida. Seria pretencioso negar o que foi construído até então. Seria pretencioso não ser e estar adiante de todo o resto que se atrela a grilhões de identidade fragmentada.
E enquanto todos se escondem sob máscaras mascaradas, eu prezo o prazer de se criar novas alegorias e enfeites que caracterizem mais detalhadamente nossas identidades dissimuladas. Mesmo que tudo não passe de um espelho mascarado. Mesmo que tantos julguem errôneo o reconhecimento dessa dissimulação vital. Mesmo que a hipocrisia faça parte afinal de toda estrutura social.
Nada mais importa além de ser real. Nenhuma estrutura física, espacial ou estatal é tão extraordinária quanto o eu representar quem eu realmente sou. Mesmo que seja em retalhos costurados a carne. Que os ossos sejam moldados a bel prazer de se completar e transmutar o algo que sempre buscamos como complemento individual. Que seja incógnita a vontade e o desejo. Além de gêneros, normas e estruturas mórbidas de conduta. Que possamos moldar nossos egocentrismos em novas ideias. Que nossas ideias além de efêmeros eufemismos sejam a prova de bala. Pois sempre existirão os que nos olharão desonrosamente. Sempre existirão os desmortos invejosos, sempre existirão os que nos querem extintos! E mais do que qualquer coisa, sempre existirão os que deixaram de sentir o que é ser incógnito.
Deve-se lembrar de que o caminho é árduo e muitas vezes solitário. Afinal muitos ficaram à beira de sua vontade por migalhas de falsos diamantes. Muitos negaram sua incognoscibilidade por medo de solidão. Mas o reconfortante é saber que eu estou, sou e serei até o ultimo momento. Mesmo sozinho, ao fim dos dias, poderei olhar para o mesmo espelho e me reconhecer, mesmo sem certeza do que serei amanhã. E é justamente a constante incerteza refletida que me faz livre, libertário e mais do que qualquer coisa: incógnito em movimento.

0 coments: