Casulo Exterior

Posted: 7 de abr de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Encasulado na crisálida de nova consciência,
Se resguardando para o voo mais perfeito...
Desenhando as asas com esmero e paciência,
Permutando anseios em um novo conceito.

Sem esperança...
Um caminho árduo e seguro.
O amor além dos tempos,
Para lembrar que existiu sentido em tudo além do muro.

Novas lembranças...
Memoria sem conexões reais.
Amargos caminhos emaranhados,
Em arames farpados infectados com veneno homeopático.
Apático...

E quando se arrisca refletir no que estava raciocinando,
A mariposa se decompôs numa nova coisa...
Além da impotente percepção de olhares...
Além do exterior encasulado.

0 coments: