A Distância Solar 2

Posted: 10 de abr de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , , , ,
0

No mais denso desejo se esconde a saudade,
O sol mesmo mais quente, não queima tão fundo.
O lamento nunca é comparável à vontade,
De ter novamente a outra metade desse mundo.

Para onde olhar a lembrança ainda está quente,
E mesmo com o sol tão intenso, não mais arde!
A incerteza é mais certa do que é evidente,
Dizer que sente saudade, já é dizer muito tarde!

Tão profundo quanto puder pensar...
Tão distante quanto puder sonhar...
Eu estarei lá!

Emaranhado de lembranças pálidas e quebradas,
Tentando não deixar cair em cinzas solúveis.
Todo medo declarado às paredes acolchoadas,
Verdades camufladas por devaneios tão volúveis.

Tão raso quanto puder pensar...
Tão simples quanto puder sonhar...
Eu estarei cá!

0 coments: