Mergulhando No Sonhar

Posted: 15 de abr de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Emerso num oceano incompreendido...
Flutuo tentando sobreviver sem cansar.
Vivo lixo descartado ao mar já poluído,
Faço parte da parte que teima pensar...

Nem represas nem pontes horizontais,
Sem barcos, submarinos, navios ou lanchas!
Sentir como sentem tantos outros mortais,
Tão significantes quanto oleosas manchas...

Tanta poluição com desígnios egoístas,
Para jamais tocar sequer areia da praia.
Nem convicções, ações ou reais conquistas,
Ao fim, desde o começo já previa falaz tocaia.

Mais bolhas de oxigênio para sentir paz,
Ao preço de mergulhar profundamente.
Cada vez mais fundo, cada vez mais, mais!
No fundo... Fundo da mente!

0 coments: