Telepatia

Posted: 5 de abr de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Sustentados por insólitos conceitos de rancor,
Os desejos mais profundos e mais inumanos.
Castrados por monopólios aceitos em torpor,
Ensejos imundos se purificam em adágios insanos.

Marcados por medo de ter a própria existência,
Como vírus precisando de um corpo a corromper.
Armados desde cedo a copiar até a consciência,
Em chá de lírios se embriagando para distorcer!

Armados até os dentes de falsidade camuflada,
Em sorrisos cínicos amarelados pela incoerência.
Amarrados de inocente ingenuidade remontada,
Egoísmos clínicos emaranhados a mais falsa ciência.

Paradoxal momento para despertar a consciência,
Pleonasmo retórico de consistência copiada...

0 coments: