Havia Uma Vida

Posted: 13 de ago de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Tudo o que havia de promessa não foi suficiente,
Para salvar das consequências que a vida impunha.
É tão somente a mesma vida patética e indolente,
Em outra roupagem imitando o que antes expunha.

Tudo o que havia de esperança caiu em ruina,
Confirmando a incapacidade de realizar o anseio.
A mesma patética ideia de ir além da esquina,
Para conseguir ser um reflexo partido ao meio.

Tudo o que havia de descrença se ratificou,
Despontando o quanto a vida é certeira em errar.
Ficou-se esperando a vida, a vida só há de encerrar.


0 coments: